site-viajar-entre-viagens

Viajantes Barrigudos: Carla Mota, Viajar entre Viagens

Viajar entre Viagens é o site de Carla Mota, uma geógrafa portuguesa com uma enorme paixão pelas viagens e pelo mundo. Com o Rui, companheiro de vida e de aventuras, tem viajado nos últimos 12 anos pelos quatro cantos do mundo. Eles são também os autores do livro livro “PRÓXIMO DESTINO – Viagens de sonho à medida da sua carteira”, lançado em 2018 pela Porto Editora.

“Durante vários anos viajámos juntos (a maior parte das vezes) ou separados pelos quatro cantos do mundo de mochila às costas. As viagens juntos iniciaram-se com um interrail pela Europa, no ano de 2006. Era o início de uma paixão que nos viria a arrastar em direcção ao desconhecido. Hoje contamos já com mais de 90 países visitados (e queremos continuar a contar). “

site-Viajar-entre-Viagens
Carla e Rui autores do Viajar entre Viagens

1. Sem ser a parte da sobrevivência, qual a importância da comida quando viajas?
Adoro sentir os cheiros da comida, especialmente das especiarias. Talvez seja por isso que gosto tanto da Ásia e especialmente da Índia. Os cheiros da comida dos países são importantes para a imagem que trago deles comigo. Mas também adoro viajar na gastronomia de um lugar, descobri-lo pela mão dos pratos tradicionais. Sou uma aventureira culinária e por isso experimento quase tudo em viagem. Até tenho um artigo no blogue sobre as coisas mais estranhas que já comi até hoje. É só para corações e estômagos fortes.

2. Já alguma vez escolheste um destino em função da gastronomia local?Penso que não, a gastronomia é uma parte da minha viagem, mas não o objectivo dela. O que motiva a viajar é a descoberta cultural e aí, posso considerar que a gastronomia se encaixa, mas viajar em função da gastronomia não.

site-de-viagem
Carla numa das suas viagens, desta vez em Dubrovnik na Croatia

3. Gastronomia/país que mais te surpreendeu no que toca à comida?
A minha comida preferida é sem sobra de dúvida a portuguesa. Não há lugar melhor para comer no mundo. Até senti necessidade de escrever um artigo sobre os restaurantes de Guimarães, cidade onde vivo, porque recebo imensas perguntas sobre locais para comer. Depois de Portugal, adoro a comida espanhola e a argentina., mas o país cuja gastronomia mais me surpreendeu penso que foi o Peru, onde comi autênticas delícias!

4. Melhor comida de rua 
Não sei se é a melhor, mas é a que me satisfaz mais: é a comida de rua em Itália. Qualquer fatia de pizza me deixa no céu! Lembro-me das pizzas que comi em Veneza, nos botecos mais estreitos. Adorei.

viajar-entre-viagens-carla-mota
Carla Mota do site Viajar entre viagens

5. A melhor refeição em viagem 
Uma das refeições que recordo como sendo uma das melhores foi quando comi lagosta em Havana, em Cuba. Adoro mariscos e peixes e Cuba é um paraíso. Descobri uns botecos tradicionais em Havana e fui lá jantar em três das quatro noites em que estive na cidade. Nunca mais me esqueço daquela lagosta!

6. A pior refeição em viagem
Não sei qual foi a pior, mas sei que algumas já me deram diarreias bastante duras! Talvez a que recorde mais, tenha sido uma refeição que fiz a bordo de um comboio indiano quando percorri o país durante dois meses. Apanhei uma bactéria que me provocou uma infecção durante seis dias.

7. A refeição mais cara 
Uma das melhores refeições que fiz em viagem foi num restaurante num resort nas Maldivas. Não estava incluído no preço, mas resolvemos abrir os “cordões à bolsa” e jantar num lugar paradisíaco. Gastamos mais 200€ no jantar – o mais caro de sempre até hoje, mas foi mágico. Vinho e comida de extrema qualidade e gourmet. Foi divinal e só de o descrever aqui, até suspiro.

viagem-maldivas
Numa viagem às Maldivas

 

8. A comida mais estranha até hoje e ondeA comida mais estranha que comi até hoje foi provavelmente… foca e baleia na Gronelândia. A que não tive coragem de comer foi definitivamente cão na China rural!

9. Que comida mais sentes falta em viagem?
Tudo o que é português, mas o franguinho de churrasco é o me faz mais falta. Até sonho com ele nas viagens mais longas!

10. Se tivesses de escolher um tipo de comida, para comer para sempre, seria:
Não gosto muito de repetir pratos porque me canso mas seria… tapas espanholas! Para poder variar! 😀

*Todas as fotos são de Carla Mota, autora do site de viagens Viajar entre Viagens