viagens-para-sempre

Viajantes Barrigudos: ViagensparaSempre

ViagensparaSempre é o blog de viagens da Fabiana Rocha e do Bruno Rocha, dois açorianos de gema, com a paixão pelas viagens e pelo mundo que os rodeia, assim como de conhecer novos lugares, novas pessoas e novas culturas! Para os Viajantes Barrigudos deste mês, falámos com o Bruno!

“O ViagensparaSempre surge em 2012, com o intuito de partilhar as nossas viagens e assim ajudar e incentivar outras pessoas a fazer o mesmo. Foi também uma forma que descobrimos de viajar enquanto escrevemos ou editamos as nossas fotografias.”

blog-de-viagens-viagensparasempre
@viagensparasempre em São Tomé

1. Sem ser a parte da sobrevivência, qual a importância da comida quando viajas?
A gastronomia é uma das partes fundamentais da caracterização de um lugar ou país. Através dela é possível identificar características e hábitos dos locais. Como costumamos dizer: viajar é mais do que visitar pontos turísticos, é coleccionar experiências, emoções, sabores e cheiros… É recordar, é reviver, é conviver… Sem a gastronomia local nada disso é possível!

2. Já alguma vez escolheste um destino em função da gastronomia local?
Normalmente, não escolhemos um local só pela gastronomia ou pelos seus pontos turísticos. A escolha é feita por um conjunto de factores, mas sem dúvida que a gastronomia está incluída.

3. Gastronomia/país que mais te surpreendeu no que toca à comida?
A comida Indiana é sem dúvida especial para mim. Contudo, a gastronomia Vietnamita ficou lado a lado, desde a nossa visita ao Vietname em 2014.

viagem-viagensparasempre
Foto de @viagensparasempre na Islândia

4. Melhor comida de rua 
Não podendo esquecer a Índia e o Vietname, quando me perguntam a melhor comida de rua que já comi, lembro-me sempre de uma mercado em Singapura, onde comi uns caranguejos inesquecíveis.

5. A melhor refeição em viagem 
É muito difícil escolher uma refeição, mas posso destacar as sopas no Vietname, alguns pratos vegetarianos na Índia ou uma mista de peixe que comemos na Rússia, perto do Lago Baikal.

6. A pior refeição em viagem
Mista de marisco no Restaurante The Rock no Zanzibar. O marisco estava estragado e não correu lá muito bem…

site-viagens
Na ilha Terceira – foto de @viagensparasempre

7. A refeição mais cara 
Depende muito do tipo de comida, mas quando li a pergunta lembrei-me logo de uma lasanha que comemos em Veneza e que custou 35 euros por pessoa! Assim como de um lanche, também em Veneza, onde pagamos 17€ por pessoa, por um Cappuccino e uma fatia de tarte.

8. A comida mais estranha até hoje e onde
Penso que o mais estranho que comi foi umas larvas fritas na Tailândia e porquinho da Índia no Chile.

9. Que comida mais sentes falta em viagem?
Normalmente, de pratos de peixe fresco e de qualidade, pois estou habituado a comer regularmente na ilha Terceira (nos Açores), onde vivo.

10. Se tivesses de escolher um tipo de comida, para comer para sempre, seria:
De todas as gastronomias que já tive a oportunidade de experimentar, se tivesse de escolher uma para comer a vida toda, seria, sem dúvida, a nossa gastronomia Portuguesa.

 

*Todas as fotos são de @viagensparasempreblog