viagem-

Guia para viajar no Japão

Preparados para mais um guia de viagens, mas desta vez um guia para viajar no Japão!
O Japão era daqueles países que sempre esteve na lista de viagens. Porém, nunca no topo. Não pelo Japão, mas porque havia sempre outros países e também por ser um destino caro, que o é. Foi também por isso que esta foi das viagens que melhor organizei e planeei na vida. Confirmando-se o senso comum que, sim senhora, planear é a chave para conseguir viagens baratas. A verdade é que depois da primeira viagem em 2015, gostei tanto que voltei lá em 2018, como nómada digital!

  1. O que fazer no Japão?
  2. Transportes no Japão
  3. Alojamento no Japão
  4. Clima do Japão
  5. O Japão é caro?
  6. Dinheiro no Japão
  7. Comer no Japão
  8. Os japoneses
  9. Segurança no Japão
  10. Viajar sozinho no Japão

1. O que fazer no Japão?

Quando pensamos no Japão, veem-nos duas ideias contraditórias à cabeça. Por um lado, a loucura tecnológica; por outro, o  Japão tradicional. Se vão viajar no Japão é exactamente isto que podem esperar: muitos contrastes! Por um lado, não podem perder a moderna Tóquio, para contrastar com a tradicional Kyoto. Também não podem deixar de ir a Hiroshima e relembrar a história desta cidade ou de apreciar arte em Naoshima. Além disso, há que visitar os bambis em Nara ou comer carne Kobe em Kobe. Enfim, como vê há muito para fazer no Japão – confira aqui cidades do Japão a visitar.

Contudo, além das muitas cidades do Japão a visitar, há também as experiências! Por exemplo:

  • Ir ao karaoke (so munch F.U.N!)
  • Visitar as lojas de Manga (que mundo) e às de gadgets
  • Usar a casa-de-banho. Juro-vos, se um dia tenho uma casa minha, vou encomendar uma sanita japonesa, pois até têm um botão para aquecer o tampo, senhores!

No meio disto tudo, olhem muito, observem ainda mais. Adorava olhar para as pessoas, para os gestos, os rituais… fascinante. Ok, eu sei que são pessoas e não bichos, mas  que querem?! Tudo tão meticuloso, tão pensado, tão organizado, tão fofo. Sim, o Japão pode ser um lugar estranho, mas em bom.

 

2. Transportes no Japão: viajar no Japão é fácil?

japao cultura.jpg

Verão como numa viagem ao Japão, o Google facilmente se transforma no vosso melhor amigo! Hoje em dia, a informação sobre horários dos transportes (do metro ao comboio) está super bem integrada no Google Maps. Por isso, comprem um cartão SIM japonês antes de irem .

Outra vantagem é que a rede de transportes no Japão é SUPER eficiente e MEGA pontual. Por exemplo, se o comboio é às 16h23 é às e 23. Ou seja, se aparece um às e 16h20, aquele não é o vosso.

O Japan Rail Pass

Outra dica, se vão viajar no Japão e passar por cidades do país, façam bem as contas às viagens que vão fazer e vejam se compensa comprar o Japan Rail Pass. Com este passe é possível viajar nos comboios de forma flexível. Com o passe têm acesso aos comboios da Japan Rail (JR), uma das maiores companhias ferroviárias japonesas (há várias). A JR opera os Shinkansen, o comboio rápido e várias rotas de comboios regionais e urbanos, que funcionam quase como metro nas cidades grandes. Por exemplo, em Tóquio usei sempre o comboio e, assim, poupei uns bons euros no metro.

Há passes para 7, 14 ou 21 dias. Na minha primeira viagem ao Japão, eu comprei o de 14 dias, que custou 400 e pouco euros – eu disse que viajar no Japão era caro! Contudo, no final da viagem, feitas as continhas, acabei por poupar mais de 200 euros graças ao passe. Quanto ao passe, tem de ser conseguido através de uma agência oficial no país onde estão, sendo levantado depois numa estação no Japão ou no aeroporto.

 

3. Alojamento no Japão

Novamente, amigos, reservem antes. Com antecedência é mais fácil (e possível) encontrar opções baratas, mas (e como tudo) já depende do bolso de cada um! Eu, mesmo viajando com o meu namorado, na minha primeira viagem, em Tóquio e Kyoto dividimos o quarto como mais gente, para poupar. Contudo, deixem-me que vos diga, que todos os hosteis do Japão que vi tinham excelentes condições, super limpinhos, com cozinha moderna, água quente e staff 5 estrelas.

 

4. Japão clima: Quando ir?

visitar japao.jpg

O clima do Japão não difere muito das quatro estações da Europa, contudo os verões são um bafo de calor e no inverno, há zonas em que é comum nevar. Sem dúvida, que a primavera é a estação mais popular para viajar no Japão, pois é a época do florescer das flores e é algo muito bonito. Os japoneses são particularmente loucos pelas cerejeiras, que dão aquelas flores cor-de-rosinha – os tais cherry blossom trees, que já fazem parte da imagem postal do país. A verdade é que é muito bonito e os Japoneses valorizam mesmo a coisa, tornando tudo mais especial. Na primeira vez que fui ao Japão, apanhei o mês de abril, ou seja, já este processo estava a finalizar. Todavia, ainda apanhei algumas no norte, em Sapporo e é liiiiiiiiiiiiindo!

O verde Japão

Pessoalmente, acho que o outono tem de ser muito bonito também. Há imensos parques e jardins e o verde da vegetação é… única! É como se fosse uma nova cor – cá em casa, chamamos-lhe o “verde Japão” e só na Indonésia voltei a ver um algo semelhante. Caso nos faz pensar que durante a noite, anda alguém a polir as folhas, folhinha por folhinha, para ficar tudo tão bonito. Dizia eu, que o outono também deve ser muito bonito, com a chegada dos vermelhos e amarelos, as cores da estação.

 

5. O Japão é caro?

Viajar dentro do país é caro, da mesma forma que os transportes (metro e autocarro são caros), Infelizmente, também o alojamento no Japão é caro. Obviamente que o que é caro varia de pessoa para pessoa, contudo de uma forma geral é justo dizer que o japão é carote.

Assim sendo, planear e reservar com antecedência é SUPER importante.

Contudo, não desanimem, porque a parte boa é que é possível comer barato no Japão. Isto, porque há imensas cadeias de fast food BOAS e a dar 10 a zero ao MacDonalds – e mais baratas. Também nos supermercados se vende comida baratinha, inclusive umas caixinhas com a refeição completa. Pessoalmente, comi sempre muito bem e bem diversificado.

 

6. Dinheiro no Japão

Quanto à moeda oficial japonesa é o yen. Na hora de pagar, podem facilmente pagar com cartão nas mais variadas lojas – inclusive quantias pequenas. Além disso, o país é muito seguro, logo todos aqueles esquemas de aeroporto ou de clonagem de cartão, aqui dificilmente serão uma preocupação!

 

 7. Comer no Japão

comer-barato-japao

Excelente! Como eu dizia anteriormente, há imensas opção. Até porque a gastronomia japonesa não se limita ao sushi – se bem que só com isso, já seria feliz. Há também carne muito boa, ramen (a sopa) variado, especialidades de caril, etc.

Uma dica, consultem sempre os menus no exterior e vejam os preços antes de entrar. Sobretudo, porque no Japão as aparências enganam. Isto é, um restaurante mínimo e velhinho e com ar de tasco, pode ser bem mais caro do que um moderninho!  Quanto a bolos e pão, nada temam, os japoneses fazem tudo bem!

Ainda sobre comida:

  1. Aproveitem também para provar as coisas esquisitas que por lá há, sobretudo no campo dos doces. Isso e não percam o Kitkat no Japão, pois há um sem fim de sabores!
  2. Uma das minhas coisas favoritas era um sanduíche de ovo que se vendia no 7 – 11.

 

8. Os Japoneses são simpáticos?


Pessoalmente, acho-os complexos. Por um lado, ninguém vira as costas e se lhes pedem ajuda, eles esforçam-se nesse sentido. Contudo, deu-me a sensação que se poderem evitar, evitam. Digo sempre isto, meio a brincar, que fiz mais amigos quando andei a viajar no Irão do que no Japão! Além de muito, reservados, a cultura em si também é muito reservada! Soube de histórias de pessoas nascidas no Japão, mas que por terem um dos pais de outra nacionalidade ou por não terem traços japoneses, continuam a ser postas de lado!

 

9. Segurança no Japão

Possivelmente, o Japão é um dos países mais seguros por onde andei. Aliás, se não acreditem em mim, olhem para as estatísticas: em 2016, morreram 6 pessoas por disparo de arma no Japão, acho que isto diz muito sobre a segurança no Japão. Logo na primeira noite em Kyoto, deixei o telemóvel no restaurante. Quando voltei, lá estava ele – obviamente!

 

10. É fácil viajar sozinho no Japão?

Sim. Não. Por um lado, é um país super seguro e com Internet qualquer um, até eu, se orienta facilmente. No entanto, como não é muito fácil interagir com os locais, pode ser uma viagem pouco solitária. Contudo, há tanto para fazer, que acho que aqui ninguém se pode aborrecer. Pessoalmente, se eu soubesse o que sei hoje, sem dúvida que me aventuraria a viajar sozinha no Japão sem problemas!