viagem-malasia-dicas

Viagem à Malásia Dicas práticas

Eis, para uma viagem à Malásia dicas práticas e úteis, para uma viagem mais feliz. Verão que embora não tenha as praias de sonho da Tailândia, nem a história do Vietname ou um monumento tão popular como Angkor no Camboja, que a Malásia tem também muito para oferecer, além de ser um destino na Ásia barato, moderno, com gente incrível!

1. Visitar as Batu Caves em Kuala Lumpur

batu-caves-kuala-lumpur
Batu Caves em Kuala Lumpur

Na Malásia há que visitar as Batu Caves. As Batu Caves em Kuala Lumpur são um dos mais importantes templos hindus fora da Índia e um dos postais da Malásia, graças à sua imensa escadaria colorida, com uma gigante estátua à direita. Vale a pena a visita.

Dica: Visitar as Batu Caves em Kuala Lumpur

2. Malásia o que visitar:

Muitos dos viajantes que chegam à Malásia, limitam-se à sua capital, o que é uma pena. Kuala Lumpur é uma capital moderna, mas que reflecte pouco a identidade e diversidade malaia. Para isso, recomendo sinceramente visitar outras cidades

  • Visitar Kula Lumpur: Na capital da Malásia, além das Batu Caves, as gigantes Petronas Twin Towers são também uma referência.
onde-comer-em-georgetown
Dicas sobre onde comer em George Town
  • Visitar George Town: Esta cidade de Penang é absolutamente encantadora como toda a street art e incrível comida – vejam aqui onde comer em George Town.
  • Visitar Malaca: Durante mais de cem anos, Malaca foi portuguesa e ainda hoje é possível encontrar vestígios (como a igreja ou a fortaleza), mas também uma comunidade com uma forte identidade portuguesa. Isso reflecte-se pelo dialecto (malaio-português) e no próprio bairro, cheio de Jesus e santas à porta. Se vão a Malaca, visitem o bairro Perkampungan Portugis.
  • Visitar Langkawi: Este grupo de ilhas é ideal para quem procura praia na Malásia.

3. Viajar pela Malásia: Os transportes

Relativamente aos transportes públicos na Malásia, aqui ficam algumas considerações sobre os respectivos:

  • Voos na Malásia: Consultem sempre os voos, pois muitas vezes são a opção mais barata.
  • Comboios na Malásia: Embora haja viagens frequentes entre as diversas cidades da Malásia, o comboio facilmente esgota. Comprem sempre as viagens com antecedência.
  • Autocarros na Malásia: Uma forma barata de viajar e chegar ao destino. Contudo, pela minha experiência, horários não é com eles. Ainda assim, são extremamente cómodos.

Dica: Nos transportes públicos agasalhem-se, pois o ar condicionado vai nos máximos

4. Ser mulher e viajar na Malásia

 

Apesar da religião oficial e da maioria da população ser muçulmana, numa viagem à Malásia podem ver que as pessoas são bastante relaxadas e poucos preocupadas em andar tapadinhas – até porque faz um calor dos ananases! Por isso, no que toca ao que vestir em Kuala Lumpur podem relaxar e andar com a perna de fora.

O que não significa que não vão encontrar mulheres todas tapadas ou quem use lenço. Vão! Embora na Malásia, sejam bem coloridas e floridas. Contudo, irão encontrar também mulheres de sari, assim como as que usam sarongs e muitas vezes misturados com roupas e acessórios mais ocidentais – é bonito de ver!

Dica: Se usam tampões, tragam do vosso país. Na Malásia, não só são difíceis de achar, como muito caros.

5. Para entrar nos templos e mesquitas na Malásia

Aqui sim, há que ir um pouco mais compostinho, contudo isto é válido para homens e mulheres – mais nas mesquitas.

Nestes casos, o melhor é levar um pano ou um pareo cim vocês.Caso contrário, podem sempre alugar um no local, sendo que há até sítios que os disponibilizam gratuitamente.

6. Quanto custa viajar pela Malásia?

Verão como uma viagem à Malásia consegue ser muito barata. O que não deixa de ser incrível, porque mesmo fora de Kuala Lumpur é possível encontrar boas redes de transporte, segurança, cidades limpas e bonitinhas e serviços com padrão de primeiro mundo classe A.

7. Entender a geografia ajuda a entender a diversidade cultural da Malásia

mapa-malasia
Mapa da Malásia

Situada no Sudeste Asiático, a Malásia é na verdade uma península. A norte, roça na Tailândia; a este, o mar da China Meridional e a sul e a oeste, com o estreito de Malaca. Por mar, faz fronteira com a Indonésia, a leste, sul e oeste, com Singapura a sul e com o Vietname a nordeste. A Malásia Insular limita a oeste e a norte com o mar da China Meridional, a norte com o Brunei, a leste com o mar de Sulu e a sul com a Indonésia, fazendo fronteira marítima com as Filipinas a norte e a leste.

8. Como comunicar

A Malásia é bastante diversa e aqui podem encontrar várias comunidades de chineses e indianos. Os idiomas oficiais da Malásia são o malaio e o inglês. Por esta razão, é bastante fácil “safar-se”, assim como comunicar. No entanto, irão ver também muita informação em tamil e em chinês.

9. O que comer na Malásia?

comida-em-george-town
Comida na Malásia: diversidade é a chave

Se há diversidade cultural, obviamente que isso se reflecte também à mesa. Além dos vários pratos de arroz (nasir), há ainda uma grande oferta de comida chinesa e indiana e MUITO boa mesmo. E já vos disse que é também muito barata?

10.  O tempo na Malásia

Quanto ao tempo na Malásia, como o país está perto do equador, podem contar com um clima quentinho e húmido. O tempo na Malásia, sobretudo as monções, também varia muito de região para a região. Por isso, confirmem sempre. Em todo o caso, chove muito e logo depois seca.