vale-a-pena-visitar-sao-paulo

Vale a pena visitar São Paulo?

Quando o ano passado comecei a organizar a minha viagem ao Brasil, questionei-me várias vezes se valia ou não a pena visitar São Paulo? Obviamente, que uma viagem nunca é perdida, mas quando o tempo é curto e num país como o Brasil, que mais se parece um continente, será que faria sentido ir a São Paulo ou era melhor deixá-lo de fora, para outra visita?!

Além disso, a maioria dos meus amigos brasileiros era mais apologista do “deixa”. Afinal, São Paulo não tem as praias do nordeste, nem a beleza do Rio ou o componente natureza da Amazónia. São Paulo é a cidade de betão, a cidade dos negócios e do dinheiro. Se não me engano, houve apenas três amigos que me incentivaram a visitar São Paulo. Alegando que “tinha mesmo de ir”.
E eu vim!

Se vale a pena visitar São Paulo? Vale!

A resposta à questão inicial é: SIM, vale muito a pena! Para começar, São Paulo é a maior cidade da América Latina, onde vivem mais de 12 milhões de pessoas. Ou seja, há mais gente em São Paulo do que em Portugal! E, se contarmos com a área metropolitana, o número passa para cerca de 21 milhões!
São Paulo é uma das mais ricas cidades do mundo (possui o 10.º maior PIB mundial) e é uma cidade super cosmopolita e moderna. Embora nunca tenha estado em Nova York, consigo entender quando lhe chamam de “a Nova York da América do Sul”.

Obviamente que tudo isto implica problemas sem fim. Como por exemplo:

  • Poluição;
  • Violência (embora para o contexto brasileiro, até seja bem tranquila);
  • Trânsito, quando uma viagem de meia hora facilmente duplica ou triplica;
  • Pobreza. Ainda mais estamos no Brasil, ou seja, a pobreza está associada a uma gigantesca desigualdade social, assim como racial. E isso, mesmo na cosmopolita São Paulo é muito evidente. Por exemplo, não se espantem se chegam a um restaurante mais caro e de só estarem brancos à mesa! Aliás, estranhem e questionem-se!

O lado bom de São Paulo

Contudo, visitar São Paulo tem também muitas coisas boas. Primeiro, a oferta cultural, pois é aqui que estão alguns dos museus mais importantes da América do Sul, como o MASP ou o Museu Afro. Infelizmente, o Museu da Língua Portuguesa ainda se encontra fechado, depois do incêndio e só deve abrir em 2020.

Outro ponto a favor de São Paulo é a sua multiculturalidade. Por exemplo, aqui o que não falta são bons restaurantes italianos e tem até um bairro, a Liberdade, que é conhecido por ser um mini-Japão. As pessoas também têm orgulho nessa misturada e facilmente se acaba à conversa com pessoas de outras partes do Brasil e de famílias portuguesas, espanholas, etc.

O que  mais me surpreendeu foi a abertura de São Paulo e que (pena que) não é um reflexo do Brasil. Possivelmente, vi mais casais interraciais aqui, assim como casais homossexuais (de mãos dadas e aos beijos), do que alguma vez vi na Europa, por exemplo.

E se ainda não estão convencidos quanto a visitar São Paulo, pensem também que é aqui que estão alguns dos melhores restaurantes do mundo! É o caso do DOM do Chef Atala ou do Maní da Helena Rizzo. Tive a oportunidade de comer nos dois e suuuuper recomendo! A par da comida, há também um sem fim de bares e cafés para explorar em zonas como Jardins ou Vila Madalena.
Já para não falar da loucura que é percorrer a Avenida Paulista ou dar um passeio no Parque Ibirapuera! Isso e pão de queijo, coxinha e paçoquinha! Vão por mim: São Paulo é incrível