tour-de-comida-hanoi

Tour de comida em Hanoi

Tour de comida em Hanoi

A razão pela qual uma tour de comida em Hanoi é totalmente obrigatório, parece-me óbvia. A capital do Vietname é uma espécie de restaurante a céu aberto, com resturantantes, tascos e muita street food a cada esquina. À primeira vista, corremos o risco (e erro) de achar que é tudo mais do mesmo: pho (que se lê “fã) e isso, meus amigos, seria uma asneira tremenda!

Há muitos restaurantes em Hanoi que são especializados em apenas um prato e que para muito boa gente, nem seriam considerados restaurantes e, acreditem, seria uma pena perderem estas maravilhas! Outra vantagem de fazerem uma tour de comida em Hanoi é que aprendem como se come as coisas, isto é a comer como um Local.

E, se tiverem a mesma sorte que eu, encontram um guia bem simpático, onde a vossa food tour se converte mais num jantar entre amigos, com troca de confidências e histórias, do que numa experiência impessoal – mais abaixo indico com quem fiz a minha tour em Hanoi. Por agora, aqui fica o que comi:

Crepes Vietnamitas

crepe-vietnamita-hanoi
Uma food tour em Hanoi, tinha de começar com um crepe

Começar em grande, com uma das entradas vietnamitas mais apreciadas: crepes.

Pão chinês

Durante a minha tour de comida em Hanoi, adorei a flexibilidade da guia. Não estava preocupada em seguir um trajecto certinho. Ela ia vendo coisas pelo caminho e perguntava: “querem?”. Foi assim que acabamos a comer pão chinês, num local que faz também dumplings. Era bom, mas não tirei foto.

Prato principal: Bún chả

food-tour-em-hanoi

Muitos restaurantes em Hanoi, têm a cozinha na parte de fora e quando digo parte de fora, isso implica até os próprios passeios. Há pouca sofisticação, nem grandes preparos. Depois, há cadeiras de plásticos e muitos continuam pelo edifício acima. Ou seja, mesmo que vejam um restaurante cheio, perguntem, porque há sempre forma de arranjar espaço no segundo, terceiro ou até quarto andar.

Foi o que aconteceu aqui e, senhores, a comida era deliciosa. Se a carne (de porco) do Bún chả era boa, o que dizer do caldo?! Incrível mesmo! A guia disse também que era um dos seus pratos favoritos – compreendo-a! Foi sem dúvida o meu prato favorito!

Entre pratos

comer-feto-de-pato
Comer feto de pato

Seguiu-se a discórdia da noite: pato. Comer pato é beeeem comum no Vietname, aliás, come-se mais pato do que frango aqui. Contudo, há uma iguaria vietnamita bem popular e que para nós, ocidentais, causa mais estranheza/nojinho e/ou simplesmente questões morais: comer um feto de pato. Sim, leram bem: comer feto de pato.

A ironia da coisa é que fomos à porta do Hospital de Hanoi para experimentar. Sinceramente, gostei. Antes de irmos experimentar, a guia mostrou-nos fotos no Google – e há coisas bem agressivas, com o bicho com olhos, sangue, etc. Ali, não havia nada disso, era como um ovinho cozido. Como podem ver pela (péssima) qualidade da foto, já era bem escuro, não dava para ver grandes detalhes e acho que isso também permitiu relativizar a situação. Em todo o caso, aquilo que comemos é moldado pela experiência e contexto de cada um. No Peru, os hamsters são um pitéu; se vão comer na Índia nem pensar em comer vaca e em países muçulmanos, comer porco está fora de questão. Ou seja, é tudo relativo. E nós que comemos caracóis e foie gras… melhor nem falar!

Tempo para uma cerveja

gastronomia-vietnamita
Um clássico vietnamita: crepes e fritos

Este foi possivelmente dos meus menos favoritos, pois não sou muito dada a comida frita. Ainda assim, soube bem.

Antes da sobremesa

comida-em-hanoi

Este local era bem pequenino e, como é comum em Hanoi, no Old Quarter, um restaurante bem pequenino, com a cozinha no passeio e umas escadas bem apertadas para o primeiro andar, onde metade era restaurante, metade era quarto. Os crepes aqui eram bem, bem fininhos, mas muito saborosos. E de acompanhamento: carne de porco com canela. Muuuuito bom!

A sobremesa

Sinceramente, não sou a pessoa mais dada a sobremesas. Não gosto de coisas muito doces e, verdade seja dita, na comida vietnamita carregam forte no doce. Experimentamos gelado, doce de arroz, pudim e muitas outras variedade.

Para terminar: café

cafe-com-ovo
Café com ovo

Os vietnamitas são muito orgulhosos do seu café e com muita razão. É bom, muito bom. E há ainda uma iguaria local que roubou o meu coração: café com gema de ovo e leite condensado. A ideia era fazer uma espécie de capuccino, mas com menos leite – o leite era caro! E saiu um delicioso tiramisu. Obviamente que acabamos a noite com um café com ovo.

A minha tour de comida em Hanoi

Como disse, adorei a minha tour de comida em Hanoi. A guia era bem relaxada, falou da comida, mas também do país e de histórias do dia a dia – e da sua vida. Nada muito forçado e, sobretudo, pôs-nos confortáveis (e sem julgamentos) relativamente ao que queríamos ou não comer.

Eu encontrei a minha food tour pelo AirBnb (uma original) e a minha guia foi a Hanh – se vos interessa, basta clicarem AQUI. Ela está agora a começar o negócio, logo mais gente é sempre uma coisa boa!

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *