restaurantes-michelin

Os restaurantes estrela Michelin que eu já experimentei

Este artigo sobre restaurantes estrela Michelin que eu já experimentei, espera-se, ser desses eternamente inacabados! Aqui ficam eles por ordem decrescente, isto é da experiência mais recente à mais antiga.

 

7. LOCO do chefe Alexandre Silva: Portugal moderno (e único)

restaurante-estrela-michelin-loco
Foto do Instagram do Loco
  • Quando: dezembro de 2019
  • Onde: Lisboa (Portugal)

Ao contrário que muitos pensam, Loco não é de louco (ser-lo-á em espanhol), mas sim de lugar em latim. Com um menu de degustação que vai variando ao longo das estações, o LOCO é uma surpresa constante, seja pela apresentação, seja pelas técnicas e sabores. Também é um local de controvérsia. Por exemplo, num dos pratos, alguém disse “sabe muito a mar” e não comeu mais. Eu comi, porque “saber muito a mar” para mim é sublime, ainda mais porque não era só o sabor, era também pela textura.

De ambiente informal e meses de espera, o Loco foi, sem dúvida, uma boa surpresa em Lisboa – ainda mais foi a minha experiência num restaurante Michelin em Portugal.

6. Mani da chefe Helena Rizzo: O Brasil contemporâneo

chefe-Helena-Rizzo

  • Quando: junho de 2019
  • Onde: São Paulo (Brasil)

Durante a minha visita a São Paulo, escolher onde comer, não foi fácil! Não é à toa que São Paulo é considerada uma das mecas da gastronomia da América do Sul. Pessoalmente, tinha também muita vontade de experimentar o Mani da chefe Helena Rizzo – se viram o Final Table da Netflix, é ela a chefe que representa a culinária brasileira. Desde 2015, que o Mani aparece na lista dos 50 melhores restaurantes do mundo, assim como tem mantido a sua estrela Michelin. Contudo, depois do DOM do chefe Atala (ver abaixo), a minha experiência no restaurante Mani teve de ser mais humilde. Ou seja: menu de almoço! Aqui designado de “Menu Comercial do Mani”.

Para começar, do atendimento ao espaço, tudo é incrível. Sobretudo, o espaço que é bem simples e acolhedor. Quanto ao menu de almoço do Mani, é servido de terça a sexta-feira (excepto se feriado) e é composto por uma salada, um prato principal e o sorvete do dia e custa 68 reais (cerca de 16€). A bebida é à parte e há um sem fim de sumos naturais, incríveis, à escolha. Pessoalmente, acho que escolhi bem e adorei a minha salada de grãos e o meu arroz negro. Fiquei com pena de ser tão pobre, pois depois deste almoço, fiquei ainda mais curiosa com o Menu de Degustação do Mani.

 

5. DOM do chefe Atala: Comida do Brasil pré-descobertas para o mundo

restaurantes-Michelin

  • Quando: junho de 2019
  • Onde: São Paulo (Brasil)

O DOM do chefe Atala há anos que aprece nas listas dos melhores restaurantes do mundo e até já conquistou duas estrelas Michelin. Todo o menu é focado na comida das tribos indigenas do Brasil antes de 1500 e é absolutamente genial. Seja pela versatilidade ou pelos sabores, estas foi uma experiência incrível mesmo!

A minha experiência no Dom do Chef Atala

 

4. Liao Fan Hawker Chan Singapore: O restaurante Michelin mais barato do mundo

restauranted-michelin-mais-baratos
O frango com arroz é o prato estrela deste restaurante Michelin em Singapura
  • Quando: fevereiro de 2019
  • Onde: Singapura

O Liao Fan é considerado o restaurante com estrela Michelin mais barato do mundo e, sim, é bem em conta. E como fomos comer por volta das quatro da tarde, nem 15 minutos esperamos para ser atendidos.
Continuo achar que a comida é muito boa sim, senhora; mas nada de outro mundo. Ainda assim, aqui está ele na lista.

A minha experiência no Liao Fan em Singapura

 

3. Gaggan: O melhor restaurante da Ásia

comer-no-gaggan-bangkok
Comer no Gaggan: um dos 25 pratos da noite
  • Quando: dezembro de 2018
  • Onde: Bangkok, Tailândia

Nunca me vou esquecer da experiência de comer no Gaggan, porque foi aqui que passei o dia 25 de dezembro, ou seja, o Natal de 2018. Além disso, foi das experiências gastronómicas mais incríveis da minha vida – com ou sem estrela Michelin! Sinceramente, surpreendeu-me a descontração do Gaggan, até porque não só detém o título de melhor restaurante da Ásia, como também se encontra os 10 melhores restaurantes do mundo, detentor não de uma, mas de duas estrelas Michelin!
Foram mais de três horas à mesa, a experimentar 25 pratos de cozinha de fusão indiana – é obra – e muuuito bom! 100% recomendável.

A minha experiência no Gaggan em Bangkok

 

2. Raan Jay Fai: Street food tailandesa com estrela Michelin

comer-raan-jay-fai
Street food com estrela Michelin
  • Quando: dezembro de 2018
  • Onde: Bangkok, Tailândia

Dos restaurantes estrela Michelin, onde eu já comi o Raan Jay Fai foi sem dúvida o mais suado. Foram hooooras de espera, porque esta senhora de 70 e tal anos continua a cozinhar e não deixa os outros porem o dedo na sua omelete de caranguejo (Khai jeaw poo). Além disso, o que torna este restaurante de Bangkok tão popular é que é um típico restaurante de street food tailandesa, que conseguiu uma estrela Michelin. Contudo não esperem preços de comida de rua, duas omeletes + um prato e duas bebidas rondam os 50€.
Na minha opinião, o melhor é reservar. Caso não possam/consigam, o melhor é irem preparados para a espera – dar um passeio na zona, levar umas cartas ou um livro para ler. Pessoalmente, acho que vale a pena, até porque mais do que uma omeleta de caranguejo, é caranguejo com ovo – e os noodles são também muuuuito bons.

A minha experiência no Raan Jay Fai em Bangkok

1. Canalla Bistro by Ricard Camarena: O meu primeiro restaurante estrela Michelin

restaurantes-estrela-michelin
Foto de IG @canallabistro
  • Quando: agosto de 2014
  • Onde: Valência, Espanha

O primeiro restaurante estrelado onde comi foi o Canalla, em Valência foi  e, note-se, porque tinha menu de almoço a um preço bem simpático. Fui ver agora ao site e esse menu ainda existe. Actualmente, ronda os 17€, sem bebida – preços de abril 2019, verifiquem sempre.
Recordo-me de gostar muito da comida, que os sabores eram muito frescos e de todo o ambiente ser muito cool e descontraído. Tenho de voltar para refrescar a memória.