la-paz-o-que-fazer

O que fazer em La Paz: 10 ideias

Se procura o que fazer e visitar em La Paz, na capital da Bolívia, aqui ficam 10 ideias catitas.

1. Valle de la Luna

Valle-de-la-Luna-la-paz
Valle de la Luna perto de La paz

Por fazer lembrar as crateras da lua, graças às suas formações geológicas, esta zona a cerca de 10 km do centro de La Paz, ganhou, assim, este nome. Aliás, o vale foi batizado pelo próprio Neil Armstrong, que visitou La Paz em 1969.
Para quem gosta de teorias de conspiração, aqui vai uma: sabem a célebre foto do senhor Armstrong na lua, dizem que foi aqui fotografada e simulada!

2. Mercado de las Brujas

mercado-de-las-brujas
Mezinhas do Mercado de las Brujas

Qualquer guia de viagens, voi pôr o Mercados das Bruxas numa lista de coisas a fazer em La Paz. Sinceramente, achei uma desilusão. No fundo, é uma rua com várias peças de artesanato, ervas e recuerdos à venda. Contudo, não muda muito daquilo que se vê nos arredores do Mercado de las Brujas.
Ainda assim, vale a pena a visita e, para mim, o mais interessante é mesmo a parte dos chás, ervas, etc. Desde a típica coca para os males de altitude, a remédios para uma boa digestão, cura de ossos ou desempenho sexual, ali há um pouco de tudo.

3. Basílica e Mosterio de San Franciscola-paz-o-que-fazer

Depois do mercado, podem descer até ao Mosteiro de São Francisco. A entrada ronda os 20 pesos bolivianos e inclui visita guiada em inglês ou em espanhol. A guia era uma fofinha e além dos mosteiro, deu ainda para falar com ela sobre o país, costumes e ainda deu algumas dicas preciosas sobre o que visitar em La Paz.
Um detalhe curioso: no exterior, ao lado de São Francisco de braços abertos, está também a Pachamama. Aliás, em muitos quadros de artistas bolivianos é comum ver a virgem representada como um triângulo, fazendo recordar uma montanha, ou seja, a remeter para a Pachamama. Isso mostra bem como a igreja teve de se adaptar às crenças de muitos povos indígenas da Bolívia para ser bem sucedida.

4. Plaza Murillo

 

Ver esta publicação no Instagram

 

Uma publicação partilhada por João Barrigudo (@joaobarrigud0) a


Continuem a subir e vão dar depois à Plaza Murillo, onde podem admirar o grande amor dos bolivianos pelas pombas! Nossa senhora da Paloma: o que é aquilo? Eu nunca, mas nunca mesmo, vi tanta pomba concentrada. E o mais estranho é que os bolivianos gostam delas e adoram alimentá-las e ser fotografados com eles – vidas!
Além das pombas, podem aproveitar que estão na Plaza Murillo para visitar a Catedral de la Señora de La Paz, assim como o Palácio Presidencial e o Congresso. É que apesar de Sucre ser a capital constitucional da Bolívia, La Paz é a capital política.

5. Calle Jaén

la-paz-calle-jaen
Calle Jaen La Paz

Sinceramente, a par do Mercado das Bruxas, a Calle Jaén foi outra desilusão. Sim, a rua é fofinha, mas é só isso. Bem, tem também a vantagem de ser uma rua pedonal, algo que não existe em La Paz. Além disso, é uma zona agradável para um café, por exemplo.
Pode ser que alguém vos conte as algumas das histórias sobre a Calle Jaén, pois diz-se que é assombrada! Diz-se que ainda hoje, durante a noite, se pode ouvir as pessoas escravizadas a pedir ajuda ou que se uma mulher bonita e descalça estende a mão a um homem, o melhor será evitá-la. Pode ser a viúva descalça, mulher de muitos encantos e que faz os homens desaparecerem!

6. Plaza San Pedro

Tal como acontece noutras praças de La Paz, também a Plaza San Pedro é um bom local para apreciar a movida boliviana. A praça está cheia de vendedores, assim como gente ao sol (sempre de costas para o sol) e em amena cavaquiera.

A prisão de San Pedro

Contudo, o que torna esta praça de La Paz tão especial é que é aqui que está a Prisão de San Pedro em La Paz. Ora, o que torna esta prisão tão especial é que ela é usada para condenados de delitos menores e hoje em dia virou um microssistema, como uma cidade com vida própria, com restaurantes, negócios, etc. Enfim: quem ali manda são os próprios presos.

Diz-se que anteriormente eram comuns tours à Prisão San Pedro – isso, turistas que pagavam para visitar a prisão. Contudo, houve histórias de esquemas, em que os guias (ou falsos guias) abandonavam lá dentro os turistas à sua mercê. Estes, para depois conseguirem sair de lá de dentro, só mesmo pagando.
Para muitos, visitar La Paz, inclui uma visita à Prisão San Pedro, o meu conselho é: olho e informação! No final do dia, é uma prisão!

7. Teleférico de La Paz

la-paz-teleferico
Visto de La Paz desde o teleferico

Tal como acontece em Medellin, na Colômbia, também em La Paz, o teleférico é usado como transporte público. Sinceramente, vale a pena a viagem, pois as vistas são simplesmente brutais. Caso não queiram experimentar as sete linhas, recomendo a viagem na linha Prateada, a linha que circula pelo El Alto. Além da vista, vão ver casas construídas mesmo no limite de penhascos – bolivianos malucos!

8. Miradouro Killi Killi

miradouro Killi Killi
Vista do miradouro Killi Killi em La Paz

De qualquer ponto alto de La Paz, as vistas são incríveis. Aliás, mesmo de baixo e olhando para o alto, La Paz é verdadeiramente impressionante. A vantagem do miradouro Killi Killi é que tem uma vista quase a 360 graus da cidade e, acho, isto diz tudo! Sinceramente, vão por mim e apanhem o mini-bus para chegar lá cima. Eu fui a pé, enganada naquela história do, é já ali e só não cuspi um pulmão, porque já nem para isso tinha forças!

9. Visitar o El Alto

Com a saída de muita população das zonas rurais, La Paz foi inevitavelmente crescendo. O El Alto é uma das mais jovens cidades bolivianas e o resultado dessa migração. Contudo, é também uma cidade onde se pode apreciar as diferenças entre a capital e o resto. Por exemplo, aqui escutarão mais gente a falar aimará.
Para visitarem o El Alto, a melhor altura é aquando a feira da ladra, o mercado das pulgas, que se realiza às quintas-feiras e domingos.

10. Pelea de Cholitas

cholitas-wrestling-la-paz
Cholitas Wrestling em La Paz

Será impossível uma visita a La Paz sem dar pelas maravilhosas Cholitas da Bolívia. As Peleas de Cholitas ou Cholitas Wrestling em La Paz tornaram já numa atração da cidade e sinceramente, valem a pena! Realizam-se às terças-feiras e aos domingos, sendo que ao domingo a loucura é maior ,pois há também mais gente. É non sense puro e suuuuper divertido!

Dica extra: Comer em La Paz

mi-chola-restaurante
Mi Chola La Paz

A Bolívia pode não um Peru ou um Brasil, no que toca a gastronomia. Todavia, isso não significa que não se coma bem ou que não hajam bons restaurantes em La Paz para explorar. Além disso, num site de viagens chaamado João Barrigudo, obviamente que comer tem de estar numa lista de coisas a fazer em La Paz! Pessoalmente, quanto a restaurantes em La Paz, suuuuper recomendo dois:

  • Gustu: Cujo fundador é o mesmo do Noma, o restaurante de Copenhaga que há anos aparece nas listas dos melhores restaurantes do mundo, tendo até sido já o número um. Neste restaurante, usam-se apenas ingredientes e produtos bolivianos, que resultam em receitas super saborosas e deliciosas.
  • Mi Chola: O chef do Mi Chola já trablhou com famosos cozinheiros, como Atala ou XX e ainda cozinhou para o elenco de Game of Thrones. Contudo, a maior atracção do Mi Chola é mesmo a comida. Aqui, as receitas mudam diariamente e no menu há apenas pratos bolivianos, mas com um toque de modernidade. Muito bom.