mentiras de viagem

As minhas 10 mentiras de viagem mais frequentes

Já que hoje é dia 1 de abril, aqui ficam 10 mentiras de viagem tantas vezes repetidas pelos viajantes. Depois quero saber quais destas mentiras de viagem já disse!

1. “Um dia vou voltar aqui”

mentirinhas-de-viagem
i will be back

Pois, sim, abelha! Quanto mais se viaja, maior a vontade de continuar a viajar; logo, a ideia de voltar a gastar a dinheiro a visitar um local que já se conhece quase, quase que dói. Obviamente que há locais que repetimos, contudo umas 81% das vezes, esse não é o caso. Todavia, a intenção é boa – sempre!

 

2. “Tenho tudo organizado”

Obviamente que um bom viajante tem tudo planeado e orientado… ou não. A verdade é que com a experiência, facilmente começamos a relaxar e a praticar a velha máxima do “é andar e ver”. Cada vez mais, pesquiso sobre um local apenas quando estou lá e sinto menos a pressão de visitar tudo ou ir a todos os museus. Hoje em dia, uma boa comida, muito passeio a pé e converseta de rua são meia caminho andado para me sentir feliz em viagem.

 

3. “Um dia, vou fazer umas férias com tudo pago”

via GIPHY

Todos os anos digo que vou reservar uma dessas férias de pulseira com hotel e piscina e praia a dois metros, com tudo pago. Contudo, chega a hora e custa-me. Penso sempre que com esse dinheiro poderia fazer tanto mais… e acabo por colocar este segundo plano em ação.

 

4. “Dormir no aeroporto/transporte/… não custa nada!

É, só que de ano para ano custa cada vez mais: o corpo mói e caaaaansa. Aliada a esta mentira de viagem vem a “da próxima vez reservo um hotel”. Todavia, e para já, a forretice ainda fala mais alto!

 

5. “Hotel é só para dormir mesmo. Qualquer coisa serve!”

via GIPHY

E depois lá vem aquela surpresa: não há agua quente, nem janelas; a cama é desconfortável que dói ou a Internet não funciona! Numa de poupar dinheiro, uma pessoa acaba por desconsiderar muitos conforto e a aceitar, em viagem coisas que no dia-a-dia seriam impensáveis! Enfim, uma das mais populares mentiras de viagem, onde por vezes o barato sai caro! Foi o que me aconteceu em Malacca na Malásia, onde depois de pagar 6€ por um quarto, acabei na rua às 2h30 à procura de um novo hotel, porque o quarto tinha percevejo. A solução: o Ibis por 50€ por noite!

 

6. “No próximo ano, vou viajar menos”

E quando dou por mim estou a estabelecer a meta de uma viagem por mês!

 

7. “Fazemos as refeições no supermercado e, assim, poupamos”

via GIPHY

Em minha defesa, sempre que digo esta mentirinha de viagem, a intenção é boa, mas o que fazer quando a comida é melhor, humm? Uma pessoa até tem boa intenção e quer poupar, contudo chega a sítios com comidas incríveis e aquele pão com queijo acaba por saber a depressão!

 

8. “Na próxima viagem, vou reservar um ou dois dias para descansar antes de voltar ao trabalho”

Sempre tive o hábito de marcar o regresso mesmo no último dia antes de começar a trabalhar. Obviamente que dava por mim, meia zombie a trabalhar e a dizer aos meus botões “no próximo ano, não será assim!”. Contudo, dá-me sempre a sensação que um ou dois dias de descanso é um pouco um desperdício quando o posso usar para ver e fazer coisas giras. Sou só eu?

 

9. “Só levo o essencial”

essencial-de-viagem
Essenciais de viagem: só levar meeesmo o básico para viajar

E quando damos por nós, não usamos nem metade do que levamos. Neste campo, a minha regra continua a ser nunca viajar com mais do que aquilo que posso carregar. Além disso, cada vez consigo viajar com menos.

 

10. “É aqui ao lado. Vamos a pé!”

E a gente vai e vai e vai e vai e caminha e caminha e caminha. Ou pior: sobe e sobe e sobe – afinal: “nunca custa nada” e a “vista é sempre incrível”, não é*?

 

Estas são as minhas 10 mentiras de viagem mais frequentes. Quais as suas?