Curiosidades-Bolívia

10 Curiosidades sobre a Bolívia

Prontos para 10 curiosidades sobre a Bolívia, vai ser incrível – ou não!

1. O Estado Plurinacional de Bolivia

bolivia-curiosidade
A 6 de agosto de 1825, o senhor Simón Bolívar institui aqui a república e em homenagem a ele, o país passou a ser designado por Bolívia, mas isto todos sabem e nem entra na lista de curiosidades sobre a Bolívia. Aliás,  o que importa saber é que oficialmente o nome era: República de Bolivia. Contudo, em 2009, o nome do país mudou para Estado Plurinacional de Bolivia.
Aparentemente um detalhe, mas que permitiu a reeleição de Evo Morales, que graças a este joguinho de nomes, já se mantém como presidente da Bolívia desde 2006. Algo que quase inacreditável, num país que em menos de 200 anos de história, já teve 80 presidentes!

2. Falando nele, as Evadas

Os bolivianos chamam de Evadas, às tonterías que saem da boca do seu presidente. Desbocado e contraditório, o senhor Evo Morales está num dia a gritar contra o imperialismo americano e a apelar ao fim do consumo de galinhas de aviário (diz ele que causam calvice e a homossexualidade), para dias depois ser fotografado a comer frango e a beber Coca Cola. Se não tem paciência para ver o vídeo, aqui ficam algumas frases de Evo Morales.

Frases de Evo Morales bem giras

  • “Sin miedo les digo, de aquí a 10 a 15 ó 20 años por lo menos, si vamos a este paso, Bolivia ¿quién sabe?, sería mejor que Suiza”. (Sucre, agosto de 2006)
  • “Yo dije alguna vez que acabo mis años de gestión (y me voy) con mi cato de coca, mi quinceañera y mi charango”. (junho de 2008)
  • “Cuando voy a los pueblos, quedan todas las mujeres embarazadas y en sus barrigas dice “Evo Cumple”, (20111)

Seja como for, ele é o primeiro presidente indígena da Bolivia (Evo Morales é de etnia aimará) e antes era um conhecido líder sindical dos cocaleiros, o nome dado agricultores que cultivam a coca. Além disso, teve um importante papel na reforma agrária do país.

3. A capital da Bolívia não é La Paz

capital-da-bolivia
Sucre, a capital da Bolívia

Chamem-me ignorante, mas até à minha viagem na Bolívia, eu estava convicta que La Paz era a capital da Bolívia. Ainda mais, é aqui que está a assembleia, o Palácio Presidencial, etc., etc. Contudo, apesar da sede do governo ser em La Paz, oficialmente a capital constitucional da Bolívia continua a ser Sucre.
Parece que houve uma guerra com Sucre e desde aí, começaram a fazer tudo em La Paz, mas nunca mudaram o título na constituição.

4. À porrada com o Chile

mapa-bolivia
Mapa da Bolivia

Verdade seja dita que quase todos os países da América do Sul, em algum momento, tiveram uma guerra ou problema com o Chile. Aliás, o Chile é claramente o ódio de estimação dos países latinos. Todavia, ainda hoje andam a tentar resolver judicialmente questões territoriais. Se a Bolívia ganha (duvido), significa que o país recuperaria o acesso ao Oceano Pacífico. Antes da Guerra del Pacífico (1879 – 1883), aquilo que é hoje o norte do Chile, era então Bolívia, daí a disputa.
Já agora outra curiosidade boliviana: sabiam que em 1903, a Bolívia vendeu ao Brasil, por 2 milhões de libras esterlinas, aquilo que é hoje considerado o Estado brasileiro do Acre e uma parte do Mato Grosso?

5. O que têm em comum a Pachamama, a Virgem de Copacabana, o Tupã a Virgem de Urkupiña?

Pachamama-la-paz
Pachamama à esquerda do Francisquinho

Graças à colonização espanhola, o catolicismo bate forte na Bolívia. Contudo e talvez mais intensamente do que noutros países da América do Sul, a Igreja não foi tão eficiente na hora de erradicar os cultos ancestrais, com louvor à Pachamama.
Se duvidam, em La Paz passem pelo Convento de São Francisco e na entrada, em cima da porta, ao lado do São Francisco de braços abertos, está quem? A Pachamama, pois claro.
Além disso, como a multiculturalidade religiosa continua presente na Bolívia, sendo comum o culto a outros deuses. É o caso do culto ao Ekeko, o deus aimará da prosperidade ou do louvor ao Tupã, o deus do povo guarani.

A juntar a estas curiosidades sobre a Bolívia, aqui vai outra. Sabia é aqui que estão os maiores monumentos cristão do mundo? Refiro-me ao Cristo de la Concordia em Cochabamba e que é maior do que o Cristo Rei do Rio de Janeiro e à Virgen del Socavón, em Oruro.

6. Multiculturalismo na Bolívia

cholitas-bolivianas
As famosas cholitas bolivianas

Se não acreditam em mim quanto à multiculturalidade boliviana, aqui ficam alguns números:

  • O maio grupo nativo corresponde aos quíchuas (2,5 milhões), seguem-se os aimarás (2 milhões), em terceiro os chiquitanos (180 mil) e, por fim, os guaranis (125 mil).
  • Sendo que a população ameríndia corresponde a 55% da população. 30% são mestiços, onde se incluem ameríndios e brancos e apenas 15% é branca.
  • Apesar do espanhol ser o idioma oficial, a Constituição da Bolívia reconhece 37 línguas oficiais
  • Segundo o censo de 2001, cerca de 89% da população falava espanhol como primeira ou segunda língua. 28% fala quíchua e 18% aimará.

7. Mais de 4,2 mil tipos de batatas

batatas-bolivia
Outra curiosidade sobre a Bolívia tem a ver com o número INCRíVEL de batatas que há. Aliás, tipos de batatas: são mais de 4 mil tipos de batatas! Logo, na hora de comer na Bolívia, preparem-se para comer muuuita batatinha. Tal acontece, porque a Cordilheira dos Andes é bastante fértil.
Em compensação aqui, não vão encontrar McDonald’s – e não por falta de tentativa, mas sim, porque o negócio não rendeu e acabaram sempre por fechar. Quanto a fast food na Bolívia, o frango frito é rei!

8. A biodiversidade da Bolívia

Valle-de-la-Luna-la-paz
Valle de la Luna perto de La paz

Normalmente quando se fala da Bolívia, os destaques vão para o lago Titicaca, considerado o maior lago navegável do mundo, a mais de 4 mil metros de altitude e do Salar de Uyuni, considerado mundialmente o maior e mais alto deserto de sal! Isso e, claro, a popular Estrada da Morte.
Contudo, no que toca natureza e geografia, a Bolívia tem outras surpresas. Por exemplo:

  • Pantanal de Santa Cruz: considerado o maior pântano do mundo
  • Chuquisaca: Ideal para quem quer ver pegadas de dinossauro. Existem mais de 5 mil pegadas, de 294 espécies diferentes de dinossauros.
  • Valle de la Luna: Situado em La Paz, esta zona foi assim batizada por Neil Armstrong, que dizia fazer-lhe que as rochas, lhe faziam recordar a lua.
  • Minas de Potosí: Estas minas de prata são exploradas há mais de 500 anos e mantêm-se em atividade. Calcula-se que mais de 8 milhões de pessoas já ali morreram, devido às péssimas condições de trabalho.

9. Altitude, altitude, altitude

El-Alto-Bolivia
A cidade de El Alto na Bolívia

Embora La Paz seja a capital mais alta do mundo (a 3 640 metros de altitude), é El Alto (também no departamento de La Paz) a cidade que se encontra a uma maior altitude do mundo – a 4 061 metros sobre o nível do mar. Quanto ao Lago Titicaca são só 3 812 metros!
Aliás, na Bolívia o mal-estar devido à altitude tem até um nome: Soroche. Como combatê-lo: chá de coca, mascar coca, rebuçados de coca. Enfim: coca.

10. Ernesto Che Guevara foi assassinado na Bolívia

Che-Guevara-bolivia
Che Guevara

Para terminar esta lista de curiosidades sobre a Bolívia, uma morte! Aliás, um assassínio, isto porque Che Guevara foi assassinado em Santa Cruz, pelo exército boliviano em cooperação com a CIA, corria o ano de 1967.
Ironicamente ou não, hoje em dia na região é tratado como um santo e é até conhecido como “San Ernesto de La Higuera”. Alguém deve andar às voltas na tumba!