comer-na-cevicheria-chefe-kiko-martins

Comer na Cevicheria do chef Kiko Martins

Fui comer n’ A cevicheria do chef Kiko Martins em Lisboa e…

comer-na-cevicheria-do-chefe-kiko-martins
Aspecto da entrada e do interior d’ A cevicheria d

Falaram-me tão bem, que tive de ir comer nA Cevicheria do chef Kiko Martins no Príncipe Real. Como não aceitam reservas online, lá tive de ir eu para a porta, dar nome e marcar presença.
O chefe de sala, uma simpatia cheia de charme, recomendou-nos ir dar um passeio e voltar uma hora depois. Voltamos, passavam das 21h30 e ainda à porta, pedimos um pisco sour peruano.
A dor, a dor, a dor, a dor!
11 euros por um pisco é claramente um exagero!
Pisco é vida! Pisco é bom! Mas 11 euros? Doeu. É certo que comer na Cevicheria do chefe Kiko Martins não é o mesmo que ir a um tasco, mas mesmo assim, 11 euros por um cocktail pareceu-me absurdo!

Menu d’ A cevicheria do chef Kiko Martins

Já mais pobres e entramos no restaurante. O espaço é simpático, com um polvo gigante no tecto (é de espuma) e bastante informal. O chefe de sala, sempre charmoso, apresentou-nos ao nosso colega de mesa, um americano e ali ficamos à conversa.
Na hora de pedir, optamos por:

  • Gaspacho verde com vieiras
  • Ceviche puro
  • Ceviche de salmão
  • Causa mista
  • Quinoto do mar

O último prato foi o melhor da noite. Uma mistura de texturas e sabores verdadeiramente delicioso. O que mais desiludiu? O ceviche de salmão. Admito que não sou louca por coisas doces e adooooro o acido do ceviche. No caso do ceviche de salmão, este leva mango, o que torna o prato muito doce e pesado. Comi, mas não amei.
A sobremesa fechou a noite em beleza. Era um brownie de chocolate, com amendoim, banana e aji panca. Muito bom!

Localização d’A cevicheria do chef Kiko Martins

A CEVICHERIA
R. D. Pedro V, 129
1050-046 Lisboa

Situada no Principe Real, mais cómodo não poderia ser. Tem ainda o detalhe interessante de ter o bar virado para a rua, ideal para quem queira tomar um copo apenas. Com isso, conseguem também criar uma atmosfera relaxada e com gente sempre à porta.

Atendimento n’A cevicheria do chef Kiko Martins

Do atendimento, só tenho a dizer bem. A equipa era super prestável e muito, muito simpática. Explicavam os pratos, faziam piadas (sem ser engraçadinhos) e até eles brincavam com a situação de sermos os únicos clientes com quem eles falavam em português naquela noite.

Impressão geral d’A cevicheria do chef Kiko Martins
Pontuação d’A cevicheria do chef Kiko Martins em Lisboa (de 1 a 20): 16 +

Acho que não consigo dar mais, por uma razão muito simples: eu já fui ao Peru e tenho amigos peruanos, lindos que só eles, que cozinharam muitas vezes para mim. No Peru, comer ceviche está longe de ser algo glamouroso – e é sempre bom. Os peruanos são também muito parecidos com os portugueses e comem com os olhos. O que significa, muita quantidade no prato. Se comer na Cevicheria do chefe Kiko Martins, não sai de lá com fome, mas sai sempre com aquela sensação de que poderia ter comido mais. E depois, faltam os cheiros e a principal razão pela qual não dou um 17 é porque, lamento muito, mas 11 euros por um pisco é de loucos! Mesmo em Lisboa!

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *