comer-em-madrid-dicas

Comer em Madrid

Comer em Madrid é ir jantar às dez da noite, comer até rebolar ao almoço e ter acesso à melhor comida de ressaca do mundo! Se antes falei aqui dos melhores restaurantes de Madrid, agora é o momento de falar sobre a beleza que é comer em Madrid.

1. Almoçar em Madrid

via GIPHY

Para começar e pela vossa saúde, não apareçam para almoçar em Madrid ao meio-dia! Para comer em Madrid só depois das 14h00, quanto muito 13h30! Se o vosso restaurante vos dá de comer às 12h00, é porque foram parar num restaurante turístico – tipo os da Plaza Mayor! Temos pena! Aliás, é por isso que às 11h00 anda tudo a tomar o segundo pequeno-almoço em Madrid!

2. O menu de almoço em Madrid

Embora já seja possível encontrar meios menus, na capital espanhola a norma são menus de dois pratos, sobremesa e bebida a rondarem os 12€. Ah, e não tenham ilusões, o primeiro prato não é sopinha, não! Trabalhar depois disso é que é o diabo!

3. Uma bebida sem tapas é um ultraje!

madrid-vs-barcelona-qual-visitar

O que dizer dessa gente que serve cerveja e vinho sem colocar uma tapinha, nem que seja uma azeitoninha?! Ordinários sem coração!
Como disse antes, Madrid habitua-nos mal, mas tão mal, que hoje em dia, que quando (fora de Madrid) peço uma bebida ainda fico dois segundos à espera da minha tapa.

4. O atendimento em Madrid

Ora bem, há de tudo, mas por norma, é bruto ou como se diz em Madrid é “borde”. Depois de viver em Madrid, uma pessoa dá-se conta que é charme, mas preparem-se para ver o empregado a bufar quando questionam o menu, ver migalhas a ser atiradas para o chão, etc.

5. Comida típica de Madrid

cocido-madrileño

Verdade seja dita, sem ser o típico cocido madrileño, que é tipo o nosso, mas com grão; Madrid não tem uma gastronomia típica. Aliás, aqui ninguém se gaba dos frutos do mar como na Galiza, nem da maestria culinária como no País Basco ou das deliciosas paellas como em Valência. Em suma: Madrid é Madrid, ou seja, a cidade onde tudo isto combina e se encaixa também com muitos sabores internacionais!

Os 10 melhores restaurantes em Madrid – para mim

6. Gorjeta em Madrid

Quanto à gorjeta, ao almoço raramente se dá gorjeta, contudo se o jantar foi farto e bem servido, uma atençãozinha é bem-vinda – se bem que nunca exigida! Já quando são jantares de grupo é quase obrigatório e sempre ajuda na hora de fazer as contas.

7. Ser vegetariano em Madrid

tortilla-madrid

Obviamente que agora que ser vegetariano passou a ser uma coisa, que é possível encontrar vários restaurantes vegetarianos em Madrid. Contudo, nos restaurantes tradicionais, boa sorte com isso e, de brincadeirinha, peçam o menu vegetariano para verem o empregado em pânico. O que não deixa de ser irónico, numa cidade onde há tortilla em todo o lado. Aliás, se és vegetariano, a tortilla é sempre uma opção!

8. Nunca é tarde para comer em Madrid

Verdade seja dita: Madrid habitua-nos mal. Para quem vivem em Madrid, ir almoçar às quatro da tarde ou jantar às onze da noite é só a coisinha mais normal do mundo! Sinceramente, o que não falta são locais onde comer à noite em Madrid.

9. Às 6h da manhã

via GIPHY

Se depois de uma noite de festa, procuram o metro e, hambrientos,  não sabem onde comer à noite em Madrid, há uma grande possibilidade de encontrarem uma lojinha a vender pizza! Isto, porque em Madrid não se come pão com chouriço, nem hamburguers ou cachorros depois de uma noite de copos: em Madrid come-se uma fatia de pizza, acompanhada por uma Mahou, comprada na rua por 1€.

10. A melhor comida de ressaca do mundo

Para terminar, comer em Madrid é ter acesso à melhor comida de ressaca do mundo! Ou seja: huevos rotos con jamón! Sinceramente, esqueçam o MacDonalds: Madrid é O sítio para a comida de ressaca, Afinal, uns huevos rotos con jamón superam qualquer hambúrguer!