sonia-coco-na-fralda

Viajantes Barrigudos: Sónia Morais Santos, Cocó na Fralda

Cocó na Fralda é um dos blogs mais lidos em Portugal. Escrito por Sónia Morais Santos, que passou por projectos como o extinto DNA, Diário Notícias, tendo sido também editora na Time Out Lisboa. Mãe de quatro filhos, adora viajar e adora comer. Ela é a Viajante Barriguda deste mês.

“Gosto de jantares lá em casa. Gosto muito de escrever. Gosto de comer e de beber vinho tinto. Não gosto de dietas (apesar de ser o meu estado permanente, ou deverei dizer intermitente?). Gosto do verão. Do sol. De sair de noite da praia. Das jantaradas com amigos, com a pele salgada ou já com o creme perfumado, depois do banho tomado. Não gosto de chuva. Não gosto de frio. Mas gosto de lareiras. E de pés quentinhos, quando lá fora há temporal. Gosto de viajar. É talvez o que mais gosto na vida. Gostava de viajar mais. Não gosto quando as viagens terminam. Gosto de aeroportos. Gosto de aviões, apesar do medo que ainda tenho. Gosto mesmo muito de viver.”*

 

viagem-em-portugal
Numa das suas viagens em Portugal, em Estremoz
1. Sem ser a parte da sobrevivência, qual a importância da comida quando viajas?
É fundamental para conhecer um destino. Ir aos mercados, conhecer o que comem e como o fazem é uma das formas de conhecer as pessoas, as suas culturas e tradições.
 
2. Já alguma vez escolheste um destino em função da gastronomia local?
Apenas pela gastronomia não.
comida-india
Numa viagem à Índia, com o marido 
3. Gastronomia/país que mais te surpreendeu no que toca à comida?
Não tive assim uma grande surpresa, porque para todos os destinos onde vou, antes de ir, me informo sobre o que comem.
4. Melhor comida de rua 
Difícil esquecer uma chamuça tão picante que me correram as lágrimas pela cara abaixo, na Índia. O mais giro foi que o nosso guia não queria que comêssemos, por achar que os nossos estômagos não estariam preparados e que não iríamos suportar o picante. Depois, tivemos de disfarçar e quando ele perguntou se estávamos bem, nós respondemos “tudo na maior!”, enquanto limpávamos as lágrimas. 🙂
comer-nas-maldivas
Uma recordação da comida nas Maldivas
5. A melhor refeição em viagem 
Os jantares tailandeses nas Maldivas. Simplesmente maravilhosos.
6. A pior refeição em viagem
Um dia eu e o meu marido fomos a um restaurante caro em Paris. Achámos graça a um prato, apesar de não percebermos bem (nem em francês, nem em inglês) o que era. Era um peixe sensaborão embrulhado numa folha de bananeira. Não era propriamente mau. Mas não sabia a nada e… foi caríssimo! Para aprendermos a não sermos burros!
7. A refeição mais cara 
Não sei dizer. Acho que foi cá em Lisboa, num restaurante japonês chamado Kanazawa.
coco-na-fralda-blogue
Pequeno-almoço em Coimbra, na Quinta das Lágrimas
 
8. A comida mais estranha até hoje e onde
Nada de estranho, que me lembre. Nunca comi insectos ou bichezas esquisitas.
9. Que comida mais sentes falta em viagem?
Em viagem sinto saudades do nosso café.
 
10. Se tivesses de escolher um tipo de comida, para comer para sempre, seria:
Pão. Acho que jamais enjoaria o pão. Tudo o resto.. se tivesse de comer para sempre suponho que enjoaria.
*Podem ler o Gosto/Não gosto completo AQUI
**Todas as fotos são de Sónia Morais Santos, autora do blog Cocó na Fralda