caminho-de-kumano-kodo-japao

Caminho de Kumano Kodo no Japão

O Caminho de Kumano Kodo no Japão, a par do Caminho de Santiago de Compostela são as únicas rotas de peregrinação contempladas com um título da UNESCO. Tanto que quem fizer os dois, recebe até um diploma de Peregrino.

mapa-kumano-kodo
Mapa do Caminho de Kumano Kodo no Japão

Situado na região de Kansai, na Península de Kii, o caminho de Kumano Kodo no Japão tem milhares de anos. E se há muitos que o fazem por razões espirituais, outros fazem-nos por desporto, exercício ou simplesmente, curiosidade e gosto pelas actividades ao ar livre – foi o meu caso.

Sobre o Caminho de Kumano Kodo no Japão:

templo-Kumando-Kodo
Pequeno templo no caminho de Kumando Kodo,

Enquanto no caminho de Santiago, a viagem termina na imensa catedral de Santiago de Compostela, no Caminho de Kumando Kodo, a peregrinação termina com a vista (e visita) dos três santuários. São eles: Kumano Hongu Taisha, Kumano Hayatama Taisha e Kumano Nachi Taisha.

Os trilhos que compõem o Kumano Kodo são percorridos há mais de mil anos, por pobres e ricos e remediados. Aliás, durante a caminhada podem encontrar algumas placas, que contam histórias de peregrinos do Caminho de Kumano Kodo . 

  • Como a do casal, cuja mulher pariu e decidiu continuar o caminho, deixando o recém-nascido protegido, debaixo de uma rocha. Diz a história, que o pequeno sobreviveu, graças a uma loba que o alimentou. Na volta, os pais recorreram o pequeno e voltaram para casa. Claramente a segurança social japonesa da época funciona que era um mimo!
  • Também há a história da poetisa, a quem depois de dias de caminho, quando estava nos últimos km lhe veio o período! O drama! A verdade é que ainda em muitos templos prevalece a regra de que mulher com a mensatruação não podem entrar, porque são impuras e o diabo a sete! Ela escreveu um poema lamentando o sucedido e depois disso, essa proibição ficou sem efeito.
kumono-kodo-japao
Um troço do caminho de Kumano Kodo, num dia BEM chuvoso!

Todo o caminho é feito pelos bosques dos montes Kii e pelo meio, podem-se esperar algumas estações de apoio, casas de banho e pequenas povoações. Aqui, não é aquele Japão dos menos e ruídos. É o Japão rural, de casas de madeiras e verde sem fim.

Grau de dificuldade de Kumano Kodo

peregrinação-kumono-kodo
Peregrinação pelo Caminho de Kumono Kodo

Relativamente ao grau de dificuldade do Caminho de Kumano Kodo no Japão, durante a minha caminhada fui vendo peregrinos de todas as idades. O caminho em si, não é difícil e está bem sinalizado. A maior dificuldade, a meu ver, são as muitas subidas. Ainda assim, pessoas menos preparadas fisicamente (tipo eu), podem perfeitamente fazê-lo. Afinal, cada um pode ir ao seu ritmo e sem pressas.

Rota a escolher no Caminho de Kumano Kodo

Existem várias formas de organizar a viagem, assim como a rota do Kumano Kodo que podem escolher. No meu caso, fui três dias e o ponto de partida foi Tanabe – chegamos aqui desde Osaka de autocarro  – também há comboios. Aqui poderão encontrar o posto de turismo, ideal para recolher informações, avisos e o passaporte!

Dica: Não vão sem ter hospedagem reservada antecipadamente, na esperança de chegar lá e conseguir algo. Existem algumas aldeias pelo caminho e não há muita oferta hoteleira na zona.

Para que tenham uma ideia, mesmo com tudo reservado com antecedência, no primeiro dia, fizemos a subida e depois tivemos de apanhar o autocarro de regresso a Tanabe, porque não tínhamos onde ficar. No dia seguinte, voltámos de autocarro até onde tínhamos ficado para seguir caminho.

Dicas para comer barato no Japão

O que levar no Caminho de Kumano Kodo:

Obviamente, calçado cómodo essencial é um must. Aconselho também roupa para a chuva – no meu terceiro dia choveu a vida! Levem também água e alguns snacks, pois não há muita oferta de comida pelo caminho.

Ah, os onsen no Japão!

onsen-publicos
Vão encontrar alguns onsen públicos no caminho

O onsen é uma espécie de spa japonês. Acontece que a província de Kii, onde se faz o Caminho de Kumano Kodo, é muito conhecida pelas suas águas termais. Por isso, é comum encontrar casas e alojamento com estas belezas de água termal.  Juro-vos: sabe pela vida! Ainda mais após um dia inteiro de caminhada… imaginem o bom que é terminar o dia assim!