Os bairros de Lisboa

Bairros de Lisboa | João Barrigudo

Numa cidade barrista como a capital portuguesa, os bairros de Lisboa conseguem superar as designadas freguesias, acabando por adquirir encanto e um carisma próprios. Por isso, seja para visitar ou para morar, aqui ficam os melhores bairros de Lisboa, assim como os seus principais pontos de interesse.

Alfama e Mouraria a alma do fado

bairros-lisboa-alfama
Mapa de Alfama

Ainda antes de ter o Museu do Fado, já Alfama era fadista. Afinal, é aqui que estão algumas das mais conhecidas Casas de Fado de Lisboa e ainda antes do fado ser fixe, já pescadores, tricanas e prostitutas frequentavam as tascas do bairro e cantavam o fado. Hoje em dia, Alfama continua a ser um dos bairros mais castiços e uma visita obrigatória durante o Santo António de Lisboa, mas também no resto do ano. Além de deambular pelo bairro, vale a pena tomar um cafezinho no Miradouro de Santa Luzia, assim como viistar ao Castelo de São Jorge. Se são habitantes de Lisboa não pagam; se o são, é pagar.

Para mim, a Mouraria é, sem dúvida, um dos mais bonitos bairros de Lisboa. Adora aquela misturada toda do bairro, onde se come bacalhau e um metro à frente há chamuças ou um cheirinho bom de Muamba a sair da panela. Mesmo ao lado de Alfama, a Mouraria é também bairro de fado. Nos últimos anos, a renovação da Mouraria, em particular do Martim Moniz, veio dar uma nova movimentação ao bairro e hoje é ver turistada por todo o lado!

Graça é uma graça

bairros-lisboa-graca
Mapa da Graça, em Lisboa

Tal como a Mouraria, também a Graça está pertinho de Alfama. Para mim, no que toca a miradouros de Lisboa, o mai-lindo de todos é o miradouro da Graça. Aliás, Miradouro Sophia de Mello Breyner Andresen, pois aqui está o busto de Sophia de Mello Breyner, o que dá uma aura de beleza e magia ao sítio.

São Vicente, o padroeiro ignorado

mapa-bairros-de-lisboa
Mapa de São Vicente em Lisboa

Tanto Santo António e na verdade o verdadeiro padroeiro de Lisboa é o São Vicente! Bem santisses à parte, São Vicente é o bairro onde está o Panteão Nacional, a Igreja de São Vicente de Fora e a Estação de Santa Apolónia. Além disso, está pertinho do Tejo – e do Lux! E, claro, todos os domingos é dia de Feira da Ladra.

O coração de Lisboa – Chiado e Rossio

mapas-lisboa
Mapa do Chiado e do Rossio

Considerada zona mais cara por metro de quadrado em Portugal, o Chiado é o coração de Lisboa. Viver no Chiado é sem dúvida alguma um privilégio (e caro, muito caro). Aqui estão, os mais caros restaurantes de Lisboa, como o Belcanto, mas também muitas lojas e pastelarias, assim como alguns dos mais importantes cafés históricos de Portugal. Aqui está também a Manteigaria, onde na minha humilde opinião, se vendem os melhores pastéis de nata de Lisboa.

Já o Rossio é a baixa de Lisboa propriamente dita. Além de várias lojas e restaurantes, esta área é o expoente máximo da arquitetura pombalina e que resultou após a destruição de Lisboa, no terramoto de 1755.

Aliás, é por esta razão que Lisboa é tão diversa. De um um lado, os bairros de ruas labirínticas e estreitas, legado muçulmano. Por outro, as ruas amplas e perfeitas e, claro, a Lisboa moderninha, na zona do Parque das Nações (mais abaixo). No Rossio, destaque à praça e ao Teatro Dona Maria || – antiga Inquisição. Depois, não deixe de atravessar a Rua Augusta e terminar na Praça do Comércio, para admirar o rio Tejo durante uns 15 minutos – ou mais!

 

A principal artéria Lisboeta, a Avenida da Liberdade

mapa-lisboa
Avenida da Liberdade

Se o Chiado é o coração de Lisboa, a Avenida da Liberdade é a sua principal artéria! Esta menina é pequenina, tem cerca de um km, e vai dos Restauradores ao Marquês do Pombal, com o Parque Eduardo VII nas suas costas. Este é também uma das zonas mais caras da capital. Nesta avenida, poderá encontrar lojas como Channel ou Louis Vuitton. Em podendo, não deixem de a atravessar – de bicicleta é ainda melhor!

 

O agora cool, Arroios

frguesias-lisboa-arroios
A freguesia de Arroios

Das duas vezes que vivi em Lisboa, vivi em Arroios. Sempre adorei o bairro, pois além de ser bairro puro, era também multicultural. Aliás, ainda me recordo, quando todos torciam o nariz a Arroios, assim como à ideia de viver nos Anjos, zona de muita prostituição. Hoje em dia, a mania passou e a gentrificação chegou e viver em Arroios passou a ser fixe. Além disso, é um bairro super conveniente e bem localizado. Pessoalmente, voltava a viver em Arroios feliz – só me falta o dinheiro!

 

Bica + Bairro Alto = Bairro de Santa Catarina

bairros-lisboa-bairro-alto
Santa Catarina, o bairro de Lisboa onde está o Bairro Alto e a Bica

Possivelmente, a Bica e o Bairro Alto são conhecidos como dois dos bairros de Lisboa mais boémios. É um facto que a Bica é liiiinda, com destaque para o seu elevador, isto é: pequeno elétrico que sobe e desce. Outro atractivo (e polémicas à parte) é a bela vista do Miradouro do Adamastor – cujo nome oficial é Miradouro de de Santa Catarina. Apesar de ser um bom lugar para iniciar a noite em Lisboa, não deixem de o visitar também durante o dia. Até porque é um excelente bairro para exercitar as pernas, com tanto subir e descer de escadas! Senhoras: deixem os tacões em casa nesta vossa viagem a Portugal.

Quanto ao Bairro Alto, o mesmo princípio se aplica: do dia para a noite, o bairro transforma-se. Apesar da invasão de lojas hipsters e de modernos, o Bairro Alto ainda continua a ser um bairro de população envelhecida, que coloca as cuecas ao sol, no varal das janelas. Quanto a animação nocturna, continua a ser o rei de Lisboa!

 

Príncipe Real, chique a valer

mapa-dos-bairros-de-lisboa
Mapa do Príncipe Real

Para muitos, o Príncipe Real é o primo rico do Bairro Alto e basta um passeio para entender o porquê. Aliás, tal está patente até nos espaços comerciais, como é o caso da Embaixada. Além de bares e esplanadas, aqui estão também vários restaurantes, como o Cevicheria do chef Kiko Martins, o Oliver em Lisboa, entre outros.
Depois, a não perder, está, para mim, a vista ao segundo miradouro de Lisboa mai-lindo: o Miradouro de São Pedro de Alcântara!

 

Campo de Ourique

bairro-de-lisboa-Campo-de-Ourique
Campo de Ourique

Ainda no campo da chiqueza, temos o Campo de Ourique. Tal como outros nesta lista de bairros de Lisboa, o Campo de Ourique não é mais uma freguesia. Na verdade, a freguesia é Estrela, que engoliu as velhinhas freguesias da Lapa, Santos-o-Velho e Prazeres. Aliás, quando vão no elétrico 28, grande parte da viagem é feita nesta zona!

 

Cais do Sodré, a nova atracção

Lisboa-bairros
Cais do Sodré em Lisboa

Graças ao Mercado da Time Out, antigo Mercado da Ribeira, o Cais do Sodré ganhou um novo fulgor. Isto é, deixou de ser apenas aquele lugar de passagem e/ou onde se comia caldo verde e bifanas às seis da manhã! Além disso, o Instagram também lhe conquistou muita popularidade, graças à famosa “rua cor de rosa”, que ao vivo tem pouco desse glamour, mas enfim!

 

A turística Belém

mapa-bairros-de-lisboa-belem
Belém em Lisboa

Inevitavelmente, Belém sempre ficou associado à Lisboa dos turistas. Afinal, é aqui que está a Torre de Belém, o Padrão dos Descobrimentos, o CCB, o Museu do Coches e os famosos Pastéis de Belém. Recentemente, também o MAAT se veio juntar à lista e foi uma forma bem catita de reabilitar a zona ribeirinha. Actualmente, Belém não é nem mais, nem menos turística do que outros bairros de Lisboa, como Alfama ou o Bairro Alto.

 

O moderninho Parque das Nações

mapa-das-freguesias-de-lisboa
Mapa do Parque das açções

De todos os bairros de Lisboa, o Parque das Nações é o mais jovem de aparência. Aliás, não deixa de ser impressionante pensar que tudo aquilo era um antigo aterro junto ao rio! Actualmente, não só é um dos bairros mais caros de Lisboa, como também dos mais seguros. Além disso, é um excelente espaço para admirar obras de importantes arquitectos contemporâneos. Por exemplo, o Pavilhão de Portugal, obra de Siza Vieira ou da Gare do Oriente, um projecto de Santiago Calatrava.

 

E vocês, qual é para vocês o melhor bairro de Lisboa?