joao-amantes-de-viagens

Viajantes Barrigudos: João Almeida, Amantes de Viagens

Amante de viagens e engenheiro, João Almeida do site de viagens Amantes de Viagem, cujo grupo de Facebook já possui mais de 340 mil membros.

Quanto ao João, já viajou pelos quatro continentes e visitou 40 países. Apesar do seu carinho especial pela Ásia, é a Portugal que pertence e onde volta sempre – sobretudo para um café e um docinho!

Não pretendo conhecer todo o mundo, mas existem muitos locais onde tenho a ambição de ir.”

blog-de-viagens
Em 2015, na
Saona, na República Dominicana
1. Sem ser a parte da sobrevivência, qual a importância da comida quando viajas?

Quando viajo, procuro visitar os mercados locais, experimentar alguma comida de rua, ou tomar algumas refeições em restaurantes frequentados pelos locais, onde não existem turistas. Gosto de conhecer um pouco dos pratos tradicionais, sem grandes aventuras gastronómicas. Tem de ser algo equilibrado entre o saudável e o típico dessa região, mas não algo que seja de origem duvidosa ou de fraca qualidade. A saúde acima de tudo, para não estragar a viagem!

 
2. Já alguma vez escolheste um destino em função da gastronomia local?

Os destinos são seleccionados em função de diferentes factores ou experiências, mas não específico da gastronomia. É verdade, que diferentes locais, proporcionam experiências gastronómicas inevitáveis e, que sempre escutamos como quase obrigatórias, mas de forma geral, gosto de tudo um pouco e adapto-me bem à comida do destino! Se o assunto fosse a nível nacional, isso sim, desloco-mo com frequência a diversos destinos em função da sua gastronomia, mesmo até largas dezenas de quilómetros de distância!

site-de-viagens
Tagine em pleno deserto do Sahara: servidos?
3. Gastronomia/país que mais te surpreendeu no que toca à comida?

Portugal é o país que continua a surpreender-me a cada dia! A minha actividade permite-me deslocar por todo o território ao longo do ano e encontro alguns recantos gastronómicos fantásticos! Não é por acaso, que os turistas que visitam o país ficam deliciados com a nossa óptima gastronomia!

No geral, a óptima gastronomia da Tailândia surpreendeu-me pela positiva. Mas a envolvência do local, aliado à comida bem confeccionada, originam por vezes, momentos inesquecíveis! Adorei comer Tagine em pleno deserto do Sahara; as inesquecíveis refeições com as tribos do norte da Tailândia ou do Vietname; uma pizza-a-metro em Itália; ou um simples cozinhado (confeccionado debaixo de terra), de frango embrulhado em prata, no delta do Okavango, no Botswana foi algo que nunca me esquecerei!

4. Melhor comida de rua 
São diversos os locais onde adorei a boa gastronomia de rua. O Borough Market em Londres é fantástico; o mercado La Boqueria em Barcelona;  a praça Jema El-Fna de Marrakech; uma deliciosa massa com sapateira em Tóquio que tinha um sabor único; alguns pratos em diversos mercados de rua na Indía ou na Tailândia; entre tantos outros.  
blog-de-viagens
O almoço a ser preparado no delta do Okavango, no Botswana
5. A melhor refeição em viagem 

Todas aquelas em que o ambiente envolvente, quer pela comida, a companhia, ou o destino (próximo do mar, no deserto, numa tribo,..) tornaram aquela refeição presente na memória para sempre! Um simples pequeno-almoço, em boa companhia numa tribo, localizada numa cabana junto ao rio, ou um almoço de peixe fresco numa praia de São Tomé é o suficiente para ser uma refeição memorável!  

6. A pior refeição em viagem

Aquela que me ocorre logo, foi uma refeição em Dien Bien Phu no Vietname, em que éramos os únicos turistas no restaurante hotel e cometemos o erro de deixar o empregado escolher a refeição para nós. Veio uma carne temperada (segundo o empregado seria carne de vaca), com legumes, que por mais que fosse mastigada, não se desfazia na boca facilmente. Apenas destacar, que nos jardins do hotel tinham um mini jardim zoológico com ursos e macacos!

7. A refeição mais cara 

Em viagem não costumo procurar restaurantes fora da média de valores, a que estou disposto a pagar por uma boa refeição. Talvez a refeição mais cara, tenha ocorrido em Veneza.

blogs-de-viagem
Viagem a Marrocos em 2018
 
8. A comida mais estranha até hoje e onde

Talvez a degustação de alguns insectos na Tailândia, ou uma espécie de minhocas no Zimbabué como aperitivo de uma refeição.

9. Que comida mais sentes falta em viagem?

Quando estou vários dias e viagem, ao regressar a Portugal, a primeira coisa que faço é ir a uma pastelaria beber um café e comer um bolo. Adoro essa sensação! Talvez sejam os doces… sou bastante guloso!

 
10. Se tivesses de escolher um tipo de comida, para comer para sempre, seria:

Gosto bastante de comida vegetariana, e por outro lado de sushi. O peixe fresco também seria uma possibilidade.

*Todas as fotos são de João Almeida, autor do site de viagens Amantes de Viagens