viajar-de-aviao-regras

10 Regras para viajar de avião

Confira 10 dicas ou, se preferir, regras para viajar de avião que, prometo, serão tão úteis para passageiros experientes, como para quem vai fazer a primeira viagem de avião. Cá vai disto!

1. Sobre a bagagem

via GIPHY

Na hora de fazer a mala, comece por viajar leve – a pegada ecológica agradece. Separe também os objetos mais caros (computador, telemóvel,…), assim como os mais essenciais (carregador do telemóvel, escova de dentes, livro para ler na viagem, auscultadores,…) e assegure-se que os leva consigo e os tem sempre à mão. O mesmo é válido com os documentos da viagem – o bilhete de avião e o documento de identificação.

  • Dica: Leve sempre consigo uma garrafa vazia. Uma vez que não pode passar com água no detector de metais, poderá voltar a enchê-la na casa-de-banho e, assim, sempre poupa uma pequena fortuna.

2. Prepare-se para o voo

  • Lanchinho
    Convenhamos, comer no aeroporto é caro e comer no avião é uma pequeno roubo! Assim sendo, leve sempre qualquer coisa para comer no avião. E por “qualquer coisa para comer” não digo coisas hiper-malcheirosas tipo hamburguers, batatas fritas ou uma feijoada, certo? Um pão com queijo e uma mação fazem o serviço.
  • Roupa cómoda
    Quando vivi na Alemanha, comecei a dar-me conta que muitos alemães iam apanhar o avião com a roupa de casa – ele era fato de treino, ele era pijamas,… Tão básico e tão sábio.
  • Leve o que ler, ver,…
    Tudo o que seja mais do que uma hora de voo, consegue ser uma eternidade. E, ainda pior, quando são voos na Europa, onde os aviões não possuem entretenimento. Por isso, a minha dica é: leve o seu! Além disso, lembre-se que voos atrasados e voos cancelados são também uma realidade frequente!

3. Antecipe-se (tecnologicamente falando)

via GIPHY

Hoje em dia, maravilha das maravilhas tecnológicas, já não tem de ir horas antes para o aeroporto. Para começar, pode fazer o check-in online, em casa e no sossego do lar. Logo, basta–lhe estar no aeroporto com 45 minutos de antecedência. Também se pode informar através da Internet, se o voo está atrasado e quanto tempo. E se precisar fazer alterações (acrescentar mala, escolher o lugar, etc.) também pode fazer tudo através da net – uma maravilha, certo?

Se lhe interessar, aqui ficam as melhores apps de viagem

4. Leia bem as instruções do bilhete de avião

No bilhete de avião, vai encontrar tooooda a informação que necessita: tamanho da bagagem, tipo de mala, horário (inclusive com quanta antecedência chegar ao aeroporto), lugar onde se senta, etc. Outra informação muita valiosa e que a maioria das pessoas parece ignorar é:

  • Terminal do aeroporto: Muitos aeroportos têm mais do que um, logo é importante assegurar-se que vai parar no sítio certo. Até porque, por exemplo, o Aeroporto de Madrid tem quatro terminais, sendo que o quarto tem uma estação de metro própria. Ou seja, não pode caminhar deste para os outros. O mesmo acontece no aeroporto de Lisboa, que tem autocarro shuttle gratuito que leva os viajantes do Terminal 1 ao 2.
  • Ordem de entrada: Neste caso, não me refiro apenas se tem ou não acesso prioritário. Algumas companhias para evitar a confusão, atribuem grupos aos passageiros – por exemplo, os da frente são do grupo A, depois segue-se o B, etc. Nestes casos, na hora de embarcar, vão chamando pelos respetivos grupos. Ou seja, se faz parte do grupo C, deixe-se estar sentadinho. A sua vez chegará!
  • Por que porta entrar no avião: Dependendo do seu lugar no voo, poderá ser mais conveniente entrar pela porta da frente ou pela traseira.
  • Lugar no corredor, no meio ou junto à janela: Sim, no seu bilhete consta também essa informação

5. No detetor de metais

Tipos-de-passageiro
Tipos de passageiros

Já aqui falei do flagelo que é para mim o detetor de metais e os seus vários tipos de passageiros. Nesse sentido, seja decente e aproveite enquanto está na fila para ir tirando o casaco, assim como verificar se tem moedas, telemóvel ou adoráveis ursos pandas nos bolsos!

  • Dica: Observe os viajantes que vão à sua frente e aprenda por imitação. Se o senhor careca vai de botas, então, você terá de tirar também as botas, ok? Se velhota de óculos não passou com uma garrafa de vinho, o seu champanhe também não passará, certo?

 

6. Ainda o detetor de metais

Mais uma vez, e para facilitar a vida a todos (e não me esfrangalhar os nervos), seja uma pessoa organizada. Não é novidade para ninguém que as regras dos líquidos variam de aeroporto para aeroporto. Isto é, a pasta de dentes que saiu da Malásia, por exemplo, não passou em Singapura. Por isso, coloque toooods os materiais líquidos juntos e à mão de semear. Ou seja, não basta que estejam numa bolsa, entre a bota e o pijama. Convém mesmo que estejam à mão e sejam acessíveis, certo? E já agora, não discuta com a autoridade dos metais?

7. Na hora de embarcar

via GIPHY

Obviamente que não lhe vou dizer que tem de estar a horas. Parece-me demasiado óbvio! Contudo, parece-me, sim, útil dizer que não deve passar à frente dos outros na fila e que também o avião não vai sair sem si. Ou seja, escusa de se colocar à porta uma hora antes do voo, ok?

8. Sente-se no seu lugar – e deixe os outros em paz

De todas as regras para viajar de avião, esta é a MAIS importante e, sim, já vi muitas, muitas, muuuuuuitas vezes (mas mesmo muitas), pessoas que se sentam onde lhes dá na gana! Ora, amigos, o lugar está marcado e, em alguns voos, há quem pague por esse lugar. Assim sendo, respeitem.

Outro flagelo são aqueles casais (e, sim, são sempre casais!) demasiado forretas para pagar os 4€ da Ryanair e que depois andam a fazer olhinhos de gato para a outra pessoa trocar de lugar!

9. Seja decente

 

Ver esta publicação no Instagram

 

Uma publicação partilhada por Passenger Shaming (@passengershaming) a


Antes de terminar, aqui ficam algumas coisas que se vai viajar de avião não deve fazer – e, sim, já me aconteceram todas elas:

  1. Comer atum mal–cheiroso no voo
  2. Ter os pés e as meias dos pés da pessoa que vai atrás de mim a tocar os meus cotovelos
  3. Em vez de ver a cadeira da frente, ver cabelo. Muito cabelo. Mesmo muito cabelo
  4. Passar o voo inteiro a discutir com o cônjuge
  5. Em vez de acordar a pessoa, tentar passar por cima dela para ir à casa-de-banho do avião
  6. Manspreading

10. Na hora de sair

 

Ver esta publicação no Instagram

 

Uma publicação partilhada por Seth (@dudewithsign) a


O voo aterra e já está tudo a tirar os contos de segurança – a menos que sejam espanhóis ou italianos, gente que aplaude primeiro – depois, mal o bicho pára começa a selva: gente que se levanta, que empurra, pessoas a bufar, uns a meter a perna para passar à frente,… um forrobodó! Obviamente que eu já fiz tudo isto, até porque por vezes cinco minutos fazem toda a diferença entre conseguir ou não apanhar o metro que me vai levar até ao último comboio.
Assim sendo, pessoas, pensem primeiro se a vossa pressa é justificada. É que se fazem parte do grupo que ainda tem que esperar pelas malas dentro do aeroporto, então, sejam fofos e deixem quem tem realmente pressa sair primeiro!